terça-feira, 16 de junho de 2009

DOCES TENTAÇÕES

                                   

                   DOCES TENTAÇÕES
                                        
 Doces tentações (doçaria)
Sericá- (Elvas e Vila Viçosa),pão de rala,toucinho do céu, encharcada(Convento de Santa Clara em Évora), tiborna (Vila Viçosa), morgados, pasteis de Santa Clara,toucinho rançoso( Monforte) cavacas (Avis),pinhoadas (Alcacer do Sal), boleimas (Castelo de Vide), areias (Sines) e queijadas.



SÓ PARA  LEMBRAR "COISAS" BOAS......


ALMENDRADOS


ARGOLAS MELADAS


BOLEIMA DE TORRESMOS


DOLO DE AMENDOA DO CONVENTO DAVIDIGUEIRA


BOLO DE AZEITE


BOLO DE ÁGUA-MEL


BOLO DO FUNDO DO ALGUIDAR


BOLO PODRE


BOLO REAL


BOLOS FINTOS-ALTO ALENTEJO


BOLOS FOLHADOS


DOCE DE ABOBORA-MOGANGO


DOCE DOURADO


FOLARES-LAGARTOS- ALTO ALENT.


LEITE FRITO - ESTREMOZ


OVOS-MOLES- ESCUROS


PASTEIS DE SANTA CLARA


QUEIJADAS DE REQUEIJÃO-BEJA


QUEIJINHOS DE HOSTIA-BEJA


RENDINHAS DO ALENTEJO


ROSCA ALENTEJANA-FOLAR DA PASCOA


TIBORNA GRANDE-VILA VIÇOSA


TIBORNAS DO ALENTEJO


TOSQUIADOS DE BEJA


HÁ  MAIS COISAS DOCES NO ALENTEJO................................ESPERO QUE GOSTEM.
________________________________________________________________________________


DOCES CONVENTUAIS ALENTEJANOS

Bolo Podre Conventual
Fatias Reais
Bolo de Mel de Santa Helena
Bolo de Chavão
Coalhada do Convento
Biscoitos do Cardeal
Padinhas
Almendrados
Orelhas de Abade
Sopa Dourada de Santa Clara
Toucinho do Céu de Stª Clara-Portalegre
Bom Bocado
Encharcada
Sericaia
Pão de Rala
Formigos
Tiborna de Ovos
Torrão Real de Ovos
Bolo Fidalgo
Queijo Dourado
Lampreia de Amendoa de Portalegre
Presunto Doce
...................bom proveito.
-----------------------------------------------------------
As freiras dos conventos de outrora, no que toca a doçaria, nunca deixaram os seus creditos por mãos alheias.
A tradição vem de longe e traz-nos aromas de especearias que o Alentejo praticamente nunca deixou de ter, quer viessem por terra, pela mão de mercadores arabes e judeus, quer posteriormente, quando começaram a vir  pelo mar. É o caso da perfumada canela que entra na composilção de tantos doces tradicionais.
Nas casas dos pobres e dos ricos, em dias de festa ou para adoçar agruras do quotidiano, a imaginação dos artistas da cozinha foi criando amplo receituário. Para além dos bolos secos de padaria, que se cozem no mesmo forno onde se faz o pão, encontramos em todo o Alentejo os nógados e os filhós, os bolos fintos e os folares da Páscoa, as azevias natalicias com recheio de gila ou de grão. Entre muitos outros, ligados a fortes tradições locais.
Uma parte substancial dos bolos e doces de maior reputação no Alentejo são de origem conventual.
Só para ficar com um cheirinho do muito que a região tem para oferecer no capítulo dos doces, tome nota e experimente provar em:
Castelo de Vide......................... ................ boleimas de maçã
Elvas.....................................................Sericaia com ameixas
Portalegre..........ebuçados de ovos e pasteis de Santa Clara
Borba................................................................Doce dourado
Arraiolos................................................... pasteis de toucinho
Mora............................................................queijinhos do céu
Évora....................................................morgado e pão de rala
Mourão.........................................encharcada e bolo rançoso
Alcaçovas................................................conde das Alcáçovas
Beja..............................porquinho doce e queijo conventual
Serpa..................................................queijadas de requeijão
Almodover.............................................................bolo chibo
Alcacer do Sal........................................................pinhoadas
Grandola....................................................bolo de torresmos
Santiago de Cacém...............................................alcomonias
Sines........................................................areias e vasquinhos

Há muitos mais e para todos os gostos.Bebidas para acompanhar também não lhe vão faltar: vinhos licorosos e,de origem popular ou conventual, excelentes licores.
--------------------------
de: Turismo de Portugal O MELHOR DO ALENTEJO
-----------------------------------------------------------------------------

Sem comentários: